MicroStrategy Compra 250 milhões de dólares de Bitcoin como Hedge

  • von
  • A MicroStrategy, uma empresa cotada na NASDAQ no valor de 1,2 bilhões de dólares, investiu quase um quarto do seu capital na Bitcoin
  • A empresa trocou ações pela Bitcoin como um hedge contra valores de fiat em colapso
  • O incrível acordo ilustra a proeza crescente da Bitcoin como um veículo de investimento

A MicroStrategy, uma empresa de software no valor de US$ 1,2 bilhões, transferiu quase um quarto de seu capital para a Bitcoin. A empresa, que é a maior empresa independente de inteligência de negócios negociada publicamente nos EUA, anunciou na terça-feira que havia comprado US$ 250 milhões de Bitcoin Loophole como um hedge contra a queda dos valores da moeda fiat.

A surpreendente mudança da MicroStrategy reforça a idéia de que o interesse institucional na Bitcoin está se intensificando e que o caso de uso da Bitcoin como hedge contra a queda dos preços do fiat está ganhando legitimidade.

MicroStrategy: Bitcoin „Pode ser superior ao dinheiro“.

A MicroStrategy divulgou a notícia através de um comunicado de imprensa que delineou a lógica por trás de sua compra da Bitcoin, além de oferecer alguns detalhes sobre como ela foi conduzida. A empresa disse que a mudança era parte de um plano de longo prazo para diversificar suas participações de capital, que incluía o investimento de até 250 milhões de dólares em um ou mais investimentos ou ativos alternativos.

Depois de analisar as diferentes opções, a MicroStrategy decidiu arar toda a quantia em Bitcoin, apontando seu caso de uso no atual clima financeiro como uma razão chave:

Desde sua criação, há mais de uma década, a Bitcoin surgiu como uma adição significativa ao sistema financeiro global, com características que são úteis tanto para indivíduos quanto para instituições. A MicroStrategy reconheceu a Bitcoin como um ativo de investimento legítimo que pode ser superior ao dinheiro e, portanto, fez da Bitcoin a principal participação em sua estratégia de reserva de tesouraria.

Entre todas as opções disponíveis, a Bitcoin foi eventualmente escolhida pela MicroStrategy devido a uma série de fatores-chave:

Encontramos a aceitação global, o reconhecimento da marca, a vitalidade do ecossistema, o domínio da rede, a resiliência arquitetônica, a utilidade técnica e a ética comunitária da Bitcoin para ser uma evidência persuasiva de sua superioridade como uma classe de ativos para aqueles que buscam uma reserva de valor a longo prazo.

Bitcoin é ouro digital – mais duro, mais forte, mais rápido e mais inteligente do que qualquer dinheiro que o tenha precedido. Esperamos que seu valor aumente com os avanços da tecnologia, a expansão da adoção e o efeito de rede que tem alimentado o crescimento de tantos assassinos de categoria na era moderna.

A MicroStrategy descreveu que eles foram capazes de trocar US$ 250 milhões em ações ordinárias de classe A através de uma „oferta de leilão holandesa modificada“, através da qual eles adquiriram ₿21.454.

O apelo da Bitcoin às instituições em crescimento

A notícia de que uma enorme empresa cotada na NASDAQ, como a MicroStrategy, colocou um quarto de seu capital no Bitcoin, em vez das tradicionais sebes como ouro e prata, é uma enorme pena na capa para o relativamente novo ativo, e reforça o que já era conhecido – que as instituições estão cada vez mais olhando para o Bitcoin como uma sebe legítima ao lado de metais preciosos.

A reação a esta notícia foi previsivelmente alta, com os Bitcoiners celebrando mais um exemplo de que a moeda criptográfica está amadurecendo:

A notícia não será uma surpresa para pessoas como o novo chefe de ativos digitais da Goldman Sachs, Mathew McDermott, que disse na semana passada que, „Definitivamente vimos um aumento no interesse de alguns de nossos clientes institucionais que estão explorando como eles podem participar neste espaço“.

Se o negócio da MicroStrategy está na linha do que ele estava falando, então o futuro parece realmente brilhante para Bitcoin.